NOTÍCIAS


Brusque é campeão catarinense 2022

Às 18h24 de 2 de abril de 2022, Ramon Abatti Abel apitou o final de uma espera de 30 anos, e o Brusque foi campeão catarinense pela segunda vez em sua história, após um eletrizante 0 a 0 com o Camboriú. Após um primeiro tempo com amplo domínio do quadricolor, a Cambura cresceu no segundo tempo e foi necessário um milagre operado por Ruan Carneiro para garantir o empate.

De suas 26 participações no Campeonato Catarinense, esta é a de melhor aproveitamento: 66,67%, com nove vitórias, sete empates e uma derrota.

Alex Sandro foi o artilheiro do campeonato, com 10 gols. É a sexta vez nos últimos três anos na qual o Brusque emplaca o artilheiro de uma competição. O atacante se junta a Edu (Série B 2021 e Catarinense 2020), Thiago Alagoano (Série C 2020), Moisés (Copa SC 2019) e Júnior Pirambu (Série D 2019).

Com o resultado, o quadricolor chega a 14 jogos de invencibilidade e atinge um novo recorde em sua história. A equipe agora soma 12 jogos sem perder como mandante. A última derrota foi em 24 de outubro, por 3 a 2 para o Vila Nova, pelo Brasileiro Série B.

• Quer receber notícias sobre o Brusque Futebol Clube no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do jornal!
Só Bruscão
Aos três minutos, Trindade avançou pelo meio e serviu Alex Sandro, que partiu pela direita. Ele chegou à área e encheu o pé. A bola passou por cima do gol. Diego Jardel e Fernandinho eram opções pelo meio.

Aos cinco, Zé Mateus levantou na área e Diego Jardel cabeceou. A bola passou lenta, mas próxima à trave direita de Gabriel Félix. Logo depois, o Brusque recuperou a bola no ataque e Zé Mateus encheu o pé. O goleiro bateu roupa, mas segurou o rebote. Com o quadricolor em cima, Gabriel Félix chegou a tentar esfriar o jogo, prendendo a bola quando ainda eram decorridos seis minutos.

O Marreco teve nova chance aos oito. Alex Sandro arrancou pela direita e serviu Fernandinho, no meio da área. O camisa 11 pegou muito embaixo da bola. Aos nove, Gabriel Félix bateu roupa de novo, em bom chute de Luiz Antônio.

Raras chances da Cambura
Aos 13, a Cambura teve ótima chance, quando Balotelli sofreu falta. Em cobrança de Maicon Assis, Tetê desviou e Ruan Carneiro fez ótima defesa. Na sobra, a zaga brusquense afastou.

Era o Brusque quem prevalecia na partida, mas havia menos desequilíbrio no meio-campo, e a Cambura chegou a habitar mais o ataque, ainda que não fizesse Ruan Carneiro trabalhar. Aos 21, o quadricolor chegou bem com Diego Jardel, que tentou de fora da área, mas acabou isolando.

Aos 26, Balotelli respondeu. Teve espaço e arriscou de fora. Ruan Carneiro se jogou no canto baixo esquerdo para defender em dois tempos, sem rebote.

Domínio da casa
Uma jogada fantástica do Brusque foi criada aos 30, envolvendo Luiz Antônio, Fernandinho e Airton. O lateral-esquerdo cruzou bem e por muito pouco Alex Sandro não conseguiu o cabeceio na pequena área.

Aos 39, Alex Sandro recebeu na quina da grande área e chutou colocado de perna canhota. A bola passou perto, à direita de Gabriel Félix. Logo depois, o atacante recebeu livre, com a defesa do Camboriú desarrumada, fruto de boa jogada de Zé Mateus. Luiz Antônio estava livre, mas Alex Sandro fez jogada individual e bateu cruzado, rasteiro. A bola passou muito perto do gol.

Quadricolor em cima
No início do segundo tempo, o Brusque continuou em cima para buscar o placar. Airton cobrou boa falta na quina da grande área e a bola passou muito perto do travessão. O quadricolor seguiu no ataque, como se fosse a equipe que precisasse do resultado.

O Camboriú, apesar de chegar pouco à frente, conseguia chegar com perigo. Após boa troca de passes pela esquerda, Bruno Mota chegou na lateral da área e chutou cruzado. Ruan Carneiro foi conferir, e a bola rasteira passou próxima ao gol.

O Brusque respondeu bem aos 12. Toty cruzou e Gabriel Félix espalmou. Fernandinho recuperou, fez o giro e chutou, mas foi travado no último instante e a bola saiu em escanteio.

Aos 16, a torcida se revoltou com o árbitro Ramon Abatti Abel. Bruno Mota levantou demais o pé na disputa e atingiu Bruno Mota. Abel não marcou nem jogo perigoso, nem falta normal. A jogada terminou com Maicon Assis chutando colocado. A bola passou à esquerda de Ruan Carneiro.

Cambura cresce
A partida começou a ficar mais equilibrada com o passar dos 15 minutos, com o Camboriú começando a crescer, e o Brusque muito menos refinado e com menos volume no meio-campo. A perda de qualidade foi sentida pouco depois de Diego Jardel e Trindade darem lugar a Jailson e Lucas Silva, respectivamente. Não havia volantes no banco, e a única opção como meia era Jailson.

Aos 22, Bruno Mota arriscou na sobra de fora da área e Ruan Carneiro encaixou muito bem.

O milagre de Ruan Carneiro
Aos 24, em contra-ataque do Camboriú, Bruno Mota cruzou para Ronny. Airton furou o corte e o meia cabeceou de frente pro gol. Ruan Carneiro fez uma defesa espetacular. Operou um milagre. O Gigantinho prendeu a respiração por um instante e, somente quando viu a bola saindo das mãos do goleiro, debaixo da linha do gol, rumo à linha de fundo para escanteio, foi possível respirar. A torcida comemorou como se fosse um gol do Brusque e voltou a sacudir o jogo.

O quadricolor respondeu com bola parada aos 32. Luiz Antônio cobrou falta do meio da rua e a bola saiu por cima do travessão. A Cambura já estava partindo ao ataque com mais ímpeto, tentando encontrar o gol da vitória que lhe daria o título.

Aos 39, o Brusque teve excelente chance. Ótima troca de passes e Alex Sandro serviu Luiz Antônio, cara a cara com Gabriel Félix. O volante encheu o pé, mas o goleiro fez grande defesa para escanteio.

Mas a Cambura ainda tinha chances. Aos 46, o Camboriú teve falta na direita e até Gabriel Félix foi para a área. A cobrança de Léo Campos teve desvio e foi escanteio. A zaga afastou e o Brusque armou contra-ataque, com Jailson sendo derrubado no ataque. Ainda deu tempo para Matheus Lagoa ser expulso, gerando uma pequena confusão.

Não havia tempo para mais nada. O Brusque é campeão catarinense.

Fonte e Foto: O Município – Brusque




02/04/2022 – Catarina FM

SEGUE A @RADIOCATARINAFM

(48) 99170-2802

contato@catarinafm.com.br
São João do Sul – SC

NO AR:
CHEGA MAIS