NOTÍCIAS


LAUDO INCONCLUSIVO SOBRE MORTE DA ADOLESCENTE DE 13 ANOS, MÃE CONTESTA

Resultado do laudo foi inconclusivo, o exame para investigar o que levou a morte da adolescente de 13 anos, em 10 de janeiro, que teve problemas graves de saúde depois de receber a primeira dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19.

A Dive divulgou que investigaria o caso, e após uma necrópsia, entregou os resultados à família nesta sexta-feira, dia 11. Conforme os documentos, entregues junto ao prontuário do atendimento da jovem no Hospital Joana de Gusmão, em Florianópolis, não foi possível descobrir a causa da morte da menina.

“Eles não disseram nem que sim, nem que não. Eles não sabem o que causou aquilo na minha filha já que ela não tinha comorbidade nenhuma e não tinha nada. Agora a secretaria do estado está debruçada em cima do caso”, comenta a mãe da menina, Alice Romano. Na época do caso, a menina estava com a mãe em Araranguá, e chegou a ser atendida no Hospital Regional do município.

Revoltada, ela diz ter certeza que a morte foi em decorrência da vacina, já que antes de novembro de 2021, a menina era plenamente saudável. “Ela não tinha nada e fizeram todos os exames possíveis só restou a vacina”, completa.

Alice diz que continuará lutando para saber o que levou sua filha a óbito, e que está sendo assessorada por advogados. “Eu vou até o fim. Eles têm que dizer porque minha filha morreu”, conclui.

O laudo e o prontuário de atendimento da vítima foram enviados para o setor de epidemiologia da Secretaria de Saúde de Santa Catarina.

Fonte: post.tv.br




12/02/2022 – Catarina FM

SEGUE A @RADIOCATARINAFM

(48) 99170-2802

contato@catarinafm.com.br
São João do Sul – SC

NO AR:
CHEGA MAIS